Um beijo transformador

girl-kiss-crucifix

Parecia mais um beijo como todos os outros.
Foram quarenta dias esperando encontrá-Lo, prostrado diante de mim, mas o momento tão aguardado chegou.

Passei a última semana pensando no que o beijá-Lo me traria de novo. O que estava pronto para assumir, mudar internamente por meio Dele.
Quantas culpas, quantas desavenças, incertezas e uma grande dúvida: é possível continuar caminhando da mesma forma?

Depois daquele beijo muitas compreensões e a consciência de que tudo mudara. Toda a vida edificada tomava novos rumos, era preciso reescolhê-Lo por caminhos inéditos, pois tudo o que servia antes, já não era aplicável às novas realidades.

A única certeza é que a essência não pode mudar. Preciso continuar acreditando que existe um mistério sem respostas racionais “entendíveis” somente pela Fé.

Ah! Se todos os beijos tivessem o mesmo poder e talvez não tenham, porque um gesto tão afetuoso nem sempre incorpora todas as dificuldades, dores e mortificações para que ele seja possível.

Previous

Música da unidade

Next

29 dias no país do Tsunami – Parte 1: Mergulho na dor que frutifica

1 Comment

  1. Karina

    Profundo demais…
    Como é forte e intenso nos sentirmos tão amados…Alguém tão humano e plenamente DEUS..
    Também para mim a adoração a cruz significou transformação interior, consciencia maior a que SOMOS chamados enquanto cristãos… lindo demais…
    Estamos juntos…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

twenty − five =

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén