Day: September 5, 2007

Guardare e non vedere

non vedere

C’è una foglia che balla e che cade.
Non mi sono accorto che ormai è finito l’estate.
La lacrima scorre sulla faccia del povero,
dietro c’è nascosta un’anima che soffre.

È brutta la mancanza d’armonia,
ci vuole forse fare la parte mia.
Qualcuno è immerso nel dolore
ed io a guardare i bei fiori.

Il mondo aiuta a non vedere,
ci abituiamo a soltanto guardare,
è questo che dobbiamo temere.

Guardare è forse un´opportunità d’amare,
pian piano si può imparare a vedere,
l´importante è non mollare.

Interesses segundos

Interesses segundos

Às vezes que te abracei foram porque queria me sentir acolhido.

Na realidade meu sorriso é quase sempre comedido.

Às vezes que fui gentil foram para manter meu status de bondade.

Na realidade sou muito mais um desenho que exprime descontinuidade.

Às vezes que fui cavalheiro foram porque queria ser desejado.

Na realidade as incertezas me deixam sempre desajeitado.

Queria fazer as coisas sem interesses segundos

Queria não almejar ser o dono do mundo

Só que nem sempre dou valor ao que importa,

e sou capaz de me dar verdadeiras respostas.

Meu esforço é ser senhor de mim mesmo

e ir além do que é simples desejo.

Para descobrir as tantas vezes que tenho que me impor.

Se quero ser coerente com meu conceito de amor.

Powered by WordPress & Theme by Anders Norén